23 de abr de 2013




“Engraçado é essa coisa da vida: um dia, quando a gente menos espera, algo do qual jamais imaginávamos acontecer, acontece. E, tudo bem. Isso vive mesmo acontecendo. A vida acorda a gente no susto, dá um sacode e manda a gente passear, de preferência, por lugares pelos quais nunca passamos. E dá medo. Dá mesmo. Um medo desses que arrepia desde do dedinho mindinho do pé até o último fio de cabelo. Um medo bom, um medo que puxa pelo braço e sussurra no ouvido, de maneira que só a gente ouça ”Anda logo!” e ”É pra hoje.”
A felicidade não quer futuro, não, amigo. Ela deseja o presente. Por isso essa sede de viver tão intensamente, até a última gota. Usufruir de cada partícula de segundo.
Não há permissão. O aviso é esse: ou vai ou racha. E, bem, eu vou indo que é pra não perder tempo…”
Aghata Paredes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha foto
Quem já não se perguntou: sou um monstro ou isto é ser uma pessoa?

Uma vida com saudade

Followers