18 de set de 2012


Vó é vó... Sempre com suas manias e chatisses do passado.
As vezes eu paro e fico lembrando de quando você brigava comigo por besteira mas também lembro de quando você sempre me fazia rir até das coisas que nem você mesmo sabia o que tava falando. Lembro de quando reclamava comigo porque eu chegava tarde na sua casa ou bagunçava a sala. Lembro que sempre mandava eu andar direito pela rua... Lembro do seu cheiro, de quando eu sentava do seu lado no sofá e ficava te abraçando. Lembro de quando eu implicava com você e você mandava eu sair de perto, lembro de quando você ficava me olhando e depois começa a sorrir sem nenhum motivo. Lembro que eu passava a mão não seu cabelo. Lembro de todas as tardes que eu ia pra sua casa... Eu lembro.

E já faz um mês que você se foi e só hoje eu consigo escrever alguma coisa sobre isso. Eu não queria que tudo acabasse mas nada dura pra sempre, não e verdade?! Eu sempre soube que ia ser difícil o dia que você partisse mas não imaginava que fosse do jeito que foi. Doeu. Doeu muito. E dói mais ainda sentir saudade de você e saber que eu nunca mais vou te ver. Ou eu vou? Nunca se sabe! Ainda me dói ouvir seu nome e ouvir alguém contando a sua história e tudo o que você passou. Dói ouvir a sua filha dizer que pensa em você e ainda chora. Dói olhar pro sofá e imaginar você sentada ali todos os dias e não ter mais isso.
Mas e agora?! Acabou, acabou tudo. Você se foi e levou um pedacinho de mim com você. Mas eu sei que foi melhor assim e agora você encontrou o seu lugar...


Eu vou lembrar pra sempre de você, vozinha s2



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha foto
Quem já não se perguntou: sou um monstro ou isto é ser uma pessoa?

Uma vida com saudade

Followers